João Tordo    Escritor (Portugal)   Programa

Nascido em agosto de 1975, sob o signo das disputas ideológicas que marcaram o “verão quente”, João Tordo cedo percebeu que a palavra seria o seu caminho natural. Filho de Fernando Tordo, umas das grandes referências musicais portuguesas das últimas décadas, João Tordo licenciou-se em Filosofia e logo enveredou pela dimensões que lhe garantiam uma relação diária com a escrita. Com passagens por Londres e Nova Iorque, justificadas pelos cursos de jornalismo e escrita criativa, Tordo manteve colaborações assíduas com vários jornais e revistas portuguesas. Em 2004, fez-se luz sobre João Tordo como romancista. O livro dos Homens sem luz foi o primeiro do autor a chegar aos escaparates, seguindo-se Hotel Memória, em 2007. Com As três vidas (2008), venceu o Prémio Literário José Saramago, distinção que confirmou o autor como um dos mais promissores da nova geração de escritores portugueses. Livro de grande fôlego, a edição brasileira de As três vidas foi finalista do Prémio Portugal Telecom. 

 

A carreira literária prosseguiu com O Bom inverno, finalista do prémio para Melhor Livro de Ficção Narrativa da Sociedade Portuguesa de Autores e do Prémio Fernando Namora. A tradução francesa de O Bom inverno compôs a plêiade de obras selecionadas para a 6ª edição do Prémio Literário Europeu. Anatomia dos Mártires, romance publicado em 2011, voltou a colocar o escritor entre os finalistas do Prémio Literário  Fernando Namora. Já este ano, os leitores e o mercado editorial aguardaram, com expectativa, a publicação de O Ano Sabático, romance que sublinha o poder encantatório dos enredos criados por João Tordo. Com trabalho realizado no âmbito audiovisual, mediante a escrita de guiões, João Tordo tem traduções dos seus livros publicados em França, Itália, Brasil, Sérvia e Croácia.

Foto © Miguel Manso

3 DE ABRIL | 11:50

Escola B+S Calheta

4 DE ABRIL | 18:00 | Conversa cruzada

A arte de morrer longe (Mário de Carvalho)