Rui Tavares    Escritor e historiador (Portugal)   Programa
Rui Tavares nasceu em Lisboa, corria o ano de 1972. Especialista em História e Cultura do Século XVIII, deputado independente ao Parlamento Europeu, a opinião de Rui Tavares tornou-se referência desde os tempos áureos da blogosfera. Dinamizador do blogue coletivo O Barnabé, o historiador, tradutor e escritor português rapidamente encontrou na imprensa escrita veículo para a medição dos tempos. Colaborador do jornal Público há mais de sete anos, Rui Tavares é autor de O Pequeno Livro do Grande Terramoto, uma obra de índole ensaística que disseca as consequências políticas, sociais, económicas, culturais e religiosas do grande terramoto que abalou Lisboa em 1755. Obra aclamada que não se confina ao sismo que destruiu grande parte da capital portuguesa, Rui Tavares enceta uma análise sagaz que expõe a relação causal entre tragédias que marcaram toda a Humanidade e as grandes transformações que delas resultaram.   

Outra obra icónica no percurso historiográfico de Rui Tavares, O Regicídio, escrito em parceria com a historiadora Maria Alice Samara, debruça-se sobre o assassinato do Rei D. Carlos e do Príncipe Herdeiro, episódio sangrento que viria a sentenciar o regime monárquico português. Eclético, o percurso de Rui Tavares também visitou o teatro, com a peça O Arquiteto. Em 2012, o eurodeputado eleito em 2009 publicou o ensaio A Ironia do Projeto Europeu, obra que diagnostica as debilidades do projeto político europeu e mergulha no passado para encontrar “os fios de uma narrativa perdida.”

3 DE ABRIL | 19:00 | Conversa à mesa

Naomi Wolf e Rui Tavares

5 DE ABRIL | 16:00

Universidade da Madeira