Maria do Rosário Pedreira    Escritora E EDITORA (portugal)   Programa do autor
A escritora e editora Maria do Rosário Pedreira é um dos nomes que a década de 90 do século passado consagrou. Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, na variante de Estudos Franceses e Ingleses, pela Universidade de Lisboa, Maria do Rosário Pedreira enveredou pelo ensino, lecionando Português e Francês durante cinco anos. O contacto próximo com os jovens alunos influenciaria o rumo que trilharia, dedicando-se a uma criação literária fecunda com as crianças e os adolescentes como destinatários. O seu trabalho como escritora alimenta, há mais de duas décadas, o imaginário infantojuvenil português, mas os terrenos percorridos pela escritora não admitem fronteiras estanques. Nascida em 1959, as primeiras impressões digitais de Maria do Rosário Pedreira como escritora remontam a 1996, ano em que publicou A Casa e o Cheiro dos LivrosSeis anos depois,
  O Canto do Vento nos Ciprestes correspondeu aos anseios de todos aqueles leitores de poesia que esgotaram, num ápice, a primeira edição d’ A Casa e o Cheiro dos Livros. Entre obras poéticas, Maria do Rosário Pedreira lançou vários títulos em prosa, como o romance Alguns Homens, Duas Mulheres e Eu. Antes e depois de 1996, a autora publicou uma miríade de livros infantojuvenis, destacando-se a saga do Detetive Maravilhas e a as aventuras d’ O Clube das Chaves, em parecia com Maria Teresa Maia Gonzalez. Em 2004,voltaria à poesia com Nenhum Nome Depois. Poesia Reunida, obra que condensa a poesia distribuída pelas três coletâneas publicadas e integra o inédito A Ideia do Fim, justificou a atribuição do Prémio Literário Fundação Inês de Castro 2012 a Maria do Rosário Pedreira. Com uma já longa carreira como editora, a galardoada escritora exerce funções na Leya, um dos maiores grupos editoriais lusófonos.

5 DE ABRIL | 14:30

Universidade da Madeira

6 DE ABRIL | 15:30 | Conversa cruzada

A arte de pagar as suas dívidas (Balzac)