Últimas confirmações
Qua., 27/Mar./13

 
Festival Literário da Madeira. 1 a 7 Abril.
 

MANIFESTO À ARTE
 


António Barroso Cruz, Cláudia Rodrigues, João Paulo Cotrim, Manuela Ribeiro, Ricardo Miguel Oliveira, Sílvio Fernandes, Tiago Salazar e o músico Massimo Cavalli fecham o painel de participantes da 3ª edição do Festival Literário da Madeira.
Like
 
Festivalinho de 1 a 2 de Abril.
Conversas de 3 a 6 de Abril.
Espetáculos de 4 a 6 de Abril.
 
 
NOVAS CONFIRMAÇÕES    
     
Massimo Cavalli Tiago Salazar  
 
Massimo Cavalli (n. Trivero, Itália) iniciou a sua atividade profissional em 1990, tocando em vários clubes no Norte da Itália. Atuou, entre outros, com Laurent Filipe, Jacinta, Melissa Walker, Amélia Muge, Joel Xavier e Didier Lockwood. Colaborou, entre 2003 e 2009, com o grupo Ala dos Namorados, gravou com Mafalda Veiga e João Pedro Pais o CD ao vivo Lado a Lado, atuando na respetiva tour nacional. Atualmente colabora com Susana Félix e com o projeto Rua da Saudade, com o quarteto de Alexandre Diniz e com Laurent Filipe e a sua Song Band. Leciona na Universidade Lusíada de Lisboa, na Escola de Jazz Luiz Villas-Boas e na Escola de Jazz do Barreiro. Em setembro de 2012 lançou o primeiro trabalho em seu nome com composições originais, Varandas do Chiado. Massimo Cavalli atua no clube de jazz SCAT (Funchal), no dia 3 de abril, pelas 21h, com a participação dos alunos do CEPAM – Escola das Artes. Entrada livre, sujeita à lotação do espaço.
Tiago Salazar trabalha como jornalista desde 1991. É autor de diversos contos publicados em vários jornais e revistas. Publicou quatro livros de viagens: Viagens Sentimentais (2007), A Casa do Mundo (2008), As Rotas do Sonho (2010) e Endereço Desconhecido (2011). Atualmente é jornalista freelancer, cronista da revista Visão & Viagens, guia de “Viagens Literárias” e formador na área da escrita e literatura de viagens. É ainda autor e apresentador do programa Endereço Desconhecido, em exibição na RTP2.
 
Parceiros
 
 
 comunicação:
 
 Andreia Criner / Tlf. 932 555 700  
 andreiacriner@brandsgolive.com.pt
 Skype: andreiacriner
 
 Sara Oliveira / Tlf. 910 171 949
 saraoliveira@brandsgolive.com.pt
 Skype: sara.soaresoliveira



 



www.festivalliterariodamadeira.pt


Programa completo já disponível
Qua., 20/Mar./13

 
Festival Literário da Madeira. 1 a 7 Abril.
 

MANIFESTO À ARTE

 

Press kit disponível aqui.

Sob a égide do Manifesto à Arte, a 3ª edição do Festival Literário da Madeira que se realiza entre 1 e 7 de abril, no Funchal, começa e termina com as Conversas à Mesa: a primeira, entre Naomi Wolf e Rui Tavares, decorre após a conferência de abertura marcada para 3 de abril e a segunda e última, junta Zygmunt Bauman e José Rodrigues dos Santos, no dia 6 de abril.
Like
 
Festivalinho de 1 a 2 de abril.
Conversas de 3 a 6 de abril.
Espetáculos de 4 a 6 de abril.
 
 
Ao longo da primeira semana de abril, o FLM apresenta um programa multifacetado que passa pelo lançamento do FLI – Festivalinho Literário Infantil, por visitas a escolas e à Universidade, debates, conferências, uma exposição e dois concertos.

Nesta edição, os temas das Conversas Cruzadas (modelo de debate com um moderador e quatro ou cinco oradores) têm por base títulos de livros:

A Arte de Morrer Longe (Mário de Carvalho), moderada por Cláudia Rodrigues, com João Tordo, Raquel Ochoa, Tiago Patrício e Tiago Salazar.

A Arte de Lidar Com as Mulheres (Schopenhauer), moderada por Paula Moura Pinheiro, com Ana Luísa Amaral, Filipa Leal, Inês Fonseca Santos, João Paulo Cotrim e Waldir Araújo.

A Arte da Guerra (Sun Tzu), moderada por Ricardo Miguel Oliveira, com Antonio Scurati, Carlos Vaz Marques, João Luís Barreto Guimarães e Pedro Mexia.

A Arte da Libertação (Krishnamurti), moderada por Sílvio Fernandes, com Anselmo Borges, Gina Picart, Lídio Araújo e Tabish Kahir.

A Arte de Pagar as Suas Dívidas (Balzac), moderada por Carlos Vaz Marques, com Carlos Quiroga, Maria do Rosário Pedreira, Raquel Varela e Rui Zink.


NOTA: Ao contrário do que foi anunciado, Clara Ferreira Alves não participa na 3ª edição do FLM.
 
 
Festival Literário da Madeira. 1 a 7 abril.
 
Parceiros
 
 
 comunicação:
 
 Andreia Criner / Tlf. 932 555 700  
 andreiacriner@brandsgolive.com.pt
 Skype: andreiacriner
 
 Sara Oliveira / Tlf. 910 171 949
 saraoliveira@brandsgolive.com.pt
 Skype: sara.soaresoliveira



 



www.festivalliterariodamadeira.pt


Novas confirmações e espetáculo no dia 5 de abril
Qui., 14/Mar./13

 
Festival Literário da Madeira. 1 a 7 Abril.
 

MANIFESTO À ARTE

 


Gina Picart, Tabish Khair, Carlos Quiroga, Ana Luísa Amaral, João Tordo, Raquel Ochoa, João Luís Barreto Guimarães, José Rodrigues dos Santos, Raquel Varela, Anselmo Borges, Paula Moura Pinheiro, Waldir Araújo e os músicos Mariano Deidda e Sérgio Godinho completam o prestigioso painel de participantes da 3ª edição do Festival Literário da Madeira
Like
 
Festivalinho de 1 a 2 de Abril.
Conversas de 3 a 6 de Abril.
Espetáculos de 4 a 6 de Abril.
 
 
A 3ª edição do FLM, que tem por tema Manifesto à Arte, apresenta Sérgio Godinho e Mariano Deidda, num espetáculo que terá lugar no dia 5 de abril, pelas 21h30m, no Teatro Municipal Baltazar Dias (Funchal). Os bilhetes estarão disponíveis no mesmo local, a partir de 27 de março, pelo preço único de € 15.
 
NOVAS CONFIRMAÇÕES    
     
Gina Picart Tabish Khair  
 
Além destes dois músicos de excelência, destacam-se as confirmações de Gina Picart e Tabish Khair no painel de convidados do FLM. A primeira entrou no mercado editorial europeu em 2012, com o livro Óleo Sobre Tela, sob a chancela da editora madeirense Nova Delphi, organizadora do FLM. Omnipresente no meio cultural cubano, Gina Picart distinguiu-se no jornalismo cultural. Com 10 livros publicados e presença em inúmeras antologias, à escritora cubana foi atribuído, em 2007, o mais importante prémio literário cubano, Alejo Carpentier del Cuento, com Óleo Sobre Tela. Poeta, novelista e ensaísta com várias obras exaltadas pela crítica, Tabish Khair é um autor anglófono, nascido na Índia, que concilia a atividade literária com uma carreira académica. Com livros traduzidos em várias línguas, Lugar Marcado, cujo original inglês remonta a 2004, concretizou a estreia de Tabish em língua portuguesa (Nova Delphi, 2011). Contemplado com o prémio All-India Poetry Prize, o talento de Tabish justificou a sua nomeação para o galardão britânico Encore Award, pela obra Lugar Marcado, e para o The Man Asian Literary Prize, além de outras nomeações prestigiantes. Tabish Khair mantém colaborações com jornais incontornáveis no mundo anglófono, como o The Guardian, Hindu e Times of India.

Mais informações em: www.festivalliterariodamadeira.pt
Informações sobre bilhetes: 291.21 51 30
 
Parceiros
 
 
 comunicação:
 
 Andreia Criner / Tlf. 932 555 700  
 andreiacriner@brandsgolive.com.pt
 Skype: andreiacriner
 
 Sara Oliveira / Tlf. 910 171 949
 saraoliveira@brandsgolive.com.pt
 Skype: sara.soaresoliveira



 



www.festivalliterariodamadeira.pt


Rui Tavares e Naomi Wolf juntos no primeiro debate.
Sex., 08/Mar./13

 
Festival Literário da Madeira. 1 a 7 Abril.
 

MANIFESTO À ARTE

 
Rui Tavares e Naomi Wolf juntos no primeiro debate da 3ª edição do Festival Literário da Madeira

À conferência de abertura, por Naomi Wolf (3 abril), segue-se a primeira Conversa à Mesa entre Naomi Wolf e Rui Tavares.
Like
 
Festivalinho de 1 a 2 de Abril.
Conversas de 5 a 6 de Abril.
Espetáculos de 4 a 6 de Abril.
 
“[…] os países que não se perdem precisam de ser ganhos todos os dias, com conhecimento todos os dias, com ação todos os dias, com civismo todos os dias. Não perder um país é a coisa mais difícil de todas: exige esforço quotidiano. Mas perder um país, — essa é grande lição deste livro — embora cada país se perca de uma maneira diferente, é a coisa mais fácil do mundo: basta não fazer nada.” (Rui Tavares, in prefácio de O fim da América, de Naomi Wolf, Nova Delphi, 2012)
 
NOVAS CONFIRMAÇÕES    
     
Rui Tavares    
 
Rui Tavares, eurodeputado, especialista em História e Cultura do Século XVIII, tornou-se referência desde os tempos áureos da blogosfera. O historiador e tradutor rapidamente encontrou na imprensa escrita veículo para a sua medição dos tempos. Colaborado do jornal Público há mais de sete anos, Rui Tavares é autor de Pobre e Mal Agradecido (crónicas); O Fiasco do Milénio (crónicas); O Pequeno Livro do Grande Terramoto (ensaio); O Regicídio (ensaio), em parceria com a historiadora Maria Alice Samara; O Arquiteto (teatro) e A Ironia do Projeto Europeu (ensaio).
 
Parceiros
 
 
 comunicação:
 
 Andreia Criner / Tlf. 932 555 700  
 andreiacriner@brandsgolive.com.pt
 Skype: andreiacriner
 
 Sara Oliveira / Tlf. 910 171 949
 saraoliveira@brandsgolive.com.pt
 Skype: sara.soaresoliveira



 



www.festivalliterariodamadeira.pt


Zygmunt Bauman, Carlos Vaz Marques e Pedro Mexia confirmados no FLM
Qua., 06/Mar./13

 
Festival Literário da Madeira. 1 a 7 Abril.
 

MANIFESTO À ARTE

 
Zygmunt Bauman, Carlos Vaz Marques e Pedro Mexia confirmados no Festival Literário da Madeira

Zygmunt Bauman, Carlos Vaz Marques e Pedro Mexia juntam-se a Filipa Leal, Inês Fonseca Santos e aos já anunciados Naomi Wolf, Antonio Scurati, Rui Zink, Maria do Rosário Pedreira, Tiago Patrício, Lídio Araújo, Adélia Carvalho, Francisco Fernandes, Paulo Sérgio BEJu, Maria João Saraiva de Menezes, Isabel Leal, Cláudia Sousa, Luísa Spínola e Roberto Macedo Alves, na 3ª edição do Festival Literário da Madeira.
Like
 
Festivalinho de 1 a 2 de Abril.
Espetáculos de 4 a 6 de Abril.
Conversas de 5 a 6 de Abril.
 
 
NOVAS CONFIRMAÇÕES    
     
Zygmunt Bauman Carlos Vaz Marques Pedro Mexia
 
Zygmunt Bauman, sociólogo polaco considerado um dos maiores pensadores da atualidade, começou a sua carreira académica na Universidade de Varsóvia, tendo passado também pelo Canadá, EUA e Grã-Bretanha. Na Universidade de Leeds foi professor titular e é atualmente professor emérito de sociologia. A sua obra atravessa a sociologia, a ética, a política, estudos culturais e os media, a partir do seu conceito fundamental — o da modernidade líquida, marcada por uma ausência de laços duradouros ou significativos.
Carlos Vaz Marques é autor do programa Pessoal e Transmissível, na TSF, no qual já entrevistou centenas de personalidades como Dalai Lama, Xanana Gusmão, José Saramago, Mário Vargas Llosa, Salman Rushdie, Caetano Veloso, entre muitos outros. Coordena o Governo Sombra, programa semanal com Pedro Mexia, João Miguel Tavares e Ricardo Araújo Pereira que começou na TSF e conquistou espaço na televisão. É responsável pela coleção Literatura de Viagens, das edições Tinta-da-China. Este ano, a versão portuguesa da consagrada e centenária revista Granta chega às bancas sob a sua direção.
Pedro Mexia foi cronista e crítico do Diário de Notícias entre 1998 e 2007 e um dos grandes impulsionadores da blogosfera portuguesa. Revelou-se no DN-Jovem, uma rubrica, mais tarde suplemento, que catapultou muitos daqueles que, hoje, enformam a nova geração de escritores portugueses. Autor de uma crónica semanal no Expresso, além de uma coluna mensal na revista LER, Pedro Mexia foi subdiretor e diretor interino da Cinemateca Portuguesa, é membro do Governo Sombra, programa radiofónico que ganhou plataforma no pequeno ecrã. Publicou vários livros de poesia e várias coletâneas de crónicas, tendo também deixado marca na dramaturgia.
 
Parceiros
 
 
 comunicação:
 
 Andreia Criner / Tlf. 932 555 700  
 andreiacriner@brandsgolive.com.pt
 Skype: andreiacriner
 
 Sara Oliveira / Tlf. 910 171 949
 saraoliveira@brandsgolive.com.pt
 Skype: sara.soaresoliveira



 



www.festivalliterariodamadeira.pt


Novas confirmações no Festival Literário da Madeira
Qui., 28/Fev./13

 
Festival Literário da Madeira. 1 a 7 Abril.
 

MANIFESTO À ARTE

 
Confirmadas as presenças de Adélia Carvalho e Francisco Fernandes no Festival Literário da Madeira

Adélia Carvalho e Francisco Fernandes juntam-se a Paulo Sérgio BEJu, Maria João Saraiva de Menezes, Isabel Leal, Cláudia Sousa, Luísa Spínola, Roberto Macedo Alvese e aos já anunciados Naomi Wolf, Antonio Scurati, Rui Zink, Maria do Rosário Pedreira, Tiago Patrício e Lídio Araújo, na 3ª edição do Festival Literário da Madeira.
Like
 
Festivalinho de 1 a 2 de Abril.
Espetáculos de 4 a 6 de Abril.
Conversas de 5 a 6 de Abril.
 
Adélia Carvalho é uma das novas referências portuguesas no segmento da literatura infantil. Autora de diversos livros que têm vindo a alimentar o imaginário das crianças, fundou, recentemente, a editora Tcharan em parceria com a ilustradora Marta Madureira. Era uma vez um cão, lançado no final de 2012, é a obra mais recente da escritora. Com vários livros publicados nas áreas da investigação, dramaturgia e ficção (narrativa e romance), Francisco Fernandes consagrou-se como autor de literatura infantil. Duas Estrelas do Mar e Um Peixe Prateado assinalou, em 2003, a estreia do autor como compositor do imaginário infantil. Mais informações sobre os autores confirmados em www.festivalliterariodamadeira.pt.
 
NOVAS CONFIRMAÇÕES    
     
Adélia Carvalho Francisco Fernandes  
 
Este ano é lançado o FLI – Festivalinho Literário Infantil, dedicado aos mais pequenos. Com o objetivo de desenvolver o gosto pela leitura desde cedo, os escritores visitam escolas públicas e privadas do 1.º ciclo, bibliotecas, um ATL e um orfanato. Durante dois dias as crianças têm contacto com os escritores, ouvindo histórias para recriá-las através dos seus desenhos, auxiliadas pelos ilustradores que vão dando dicas e sugestões, deixando sempre o espaço necessário para a liberdade criativa. Uma participação ativa em que os miúdos se dão conta de como se constrói um livro. Com o intuito de valorizar o trabalho e incentivar à contínua criação, os trabalhos são apresentados ao público numa exposição. Os pais são convocados para este convívio didático com os seus filhos e com os escritores, um momento de partilha e de estímulo à criatividade.
 
Parceiros
 
 
 comunicação:
 
 Andreia Criner / Tlf. 932 555 700  
 andreiacriner@brandsgolive.com.pt
 Skype: andreiacriner
 
 Sara Oliveira / Tlf. 910 171 949
 saraoliveira@brandsgolive.com.pt
 Skype: sara.soaresoliveira



 



www.festivalliterariodamadeira.pt


Antonio Scurati e Rui Zink confirmados no Festival Literário da Madeira
Qua., 27/Fev./13

 
Festival Literário da Madeira. 1 a 7 Abril.
 

MANIFESTO À ARTE

 

Antonio Scurati e Rui Zink confirmados no Festival Literário da Madeira

Antonio Scurati e Rui Zink juntam-se a Maria do Rosário Pedreira, Tiago Patrício, Lídio Araújo e à já anunciada Naomi Wolf, na 3ª edição do Festival Literário da Madeira.
Like
 
Festivalinho de 1 a 2 de Abril.
Espetáculos de 4 a 6 de Abril.
Conversas de 5 a 6 de Abril.
 
Antonio Scurati é um autor incontornável no panorama literário italiano. O talento de Scurati ganhou expressão na Língua Portuguesa com a publicação de A Criança que sonhava com o fim do mundo, lançada em 2009 pela Nova Delphi. O início da carreira de Rui Zink como ficcionista remonta a 1987, ano em que publicou Hotel Lusitano, tendo-se revelado particularmente prolífero desde então. Polémico, Rui Zink assume que se socorre do “estilo pirata” como orientador de uma intervenção que não se esgota na literatura: “lanço-me sobre a questão que me interessa de pé descalço e de faca nos dentes.” Mais informações sobre os autores confirmados em www.festivalliterariodamadeira.pt.
 
NOVAS CONFIRMAÇÕES    
     
Antonio Scurati Rui Zink  
 
A programação do Festival Literário da Madeira arranca com o FLI - Festivalinho Literário Infantil que, nos primeiros dois dias, visita as escolas públicas e privadas do 1º ciclo, bibliotecas, um ATL e um orfanato. No dia 3 de Abril, Naomi Wolf, jornalista e escritora norte-americana que se tem destacado pelo seu ativismo político e pela crítica social, protagoniza a conferência de abertura do FLM, seguida da primeira Conversa à Mesa, um modelo de debate com dois autores e um moderador. No quarto dia os autores deslocam-se às escolas, realiza-se a primeira Conversa na Universidade e a primeira Conversa Cruzada, modelo de debate com quatro autores e um moderador. No dia seguinte, uma exposição de artes plásticas e um espetáculo musical no Teatro Municipal Baltazar Dias decorrem em complemento das Conversas. O último dia é preenchido com as últimas Conversas Cruzadas e com o espetáculo de encerramento da 3ª edição do FLM, num ambiente informal em que se conjugam as várias formas de arte.
 
Parceiros
 
 
 comunicação:
 
 Andreia Criner / Tlf. 932 555 700  
 andreiacriner@brandsgolive.com.pt
 Skype: andreiacriner
 
 Sara Oliveira / Tlf. 910 171 949
 saraoliveira@brandsgolive.com.pt
 Skype: sara.soaresoliveira



 



www.festivalliterariodamadeira.pt


Festival Literario da Madeira - 1 a 7 Abril - Abertura com Naomi Wolf
Qua., 20/Fev./13

 
 
Festival Literário da Madeira. 1 a 7 Abril.
 

MANIFESTO À ARTE

 
Revolução, Rutura, Renovação são o ponto de partida da 3ª edição do Festival Literário da Madeira que decorre entre 1 e 7 de abril, no Funchal, com a participação confirmada de Naomi Wolf. Num momento socioeconómico particularmente delicado que muitos países atravessam há que questionar o passado para construir um novo futuro. Manifestemo-nos, pois, através da Arte. Usando as palavras de Almada Negreiros: Basta Pum Basta!
Like
 
Festivalinho de 1 a 2 de Abril.
Espetáculos de 4 a 6 de Abril.
Conversas de 5 a 6 de Abril.
 
O FLM propõe uma programação diversificada que passa por conversas, conferências, três noites de espetáculos, manifestações artísticas e visitas a escolas. Este ano, além do “Festival nas Escolas” e da Conferência na Universidade da Madeira, é lançado o FLI – Festivalinho Literário Infantil que pretende iniciar os mais pequeninos no FLM, proporcionando um maior contacto com os livros, autores, escritores e ilustradores.
 
PRIMEIRO AUTOR CONFIRMADO
 
Naomi Wolf
Esta edição conta, entre outros autores a anunciar, com a participação de Naomi Wolf, jornalista e escritora norte-americana que se tem destacado pelo seu ativismo político e pela crítica social. O seu livro de 1991, O Mito da Beleza, foi um bestseller internacional que desafiou a indústria da cosmética e a existência de padrões irrealistas de beleza. O The New York Times considerou-o um dos livros mais importantes do século XX. Em 2012 Naomi Wolf regressou ao mercado editorial português, sob a chancela da Nova Delphi, com O Fim da América – carta de aviso a um jovem patriota, uma espécie de diatribe contra um país que perdeu o rasto dos seus Fundadores. O último livro de Naomi Wolf, Vagina - a Cultural History (2012), voltou a provocar abalos sísmicos nos meios literários, sociais e políticos, em consonância com um trajeto interventivo que faz da confrontação e ruturas as suas grandes premissas.
 
Parceiros
 
 
 comunicação:
 
 Andreia Criner / Tlf. 932 555 700  
 andreiacriner@brandsgolive.com.pt
 Skype: andreiacriner
 
 Sara Oliveira / Tlf. 910 171 949
 saraoliveira@brandsgolive.com.pt
 Skype: sara.soaresoliveira



 



www.festivalliterariodamadeira.pt